PUBLICIDADE


O presidente do Tribunal Federal da 4ª Região (TRF-4), desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, afirmou que a sentença em que o juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, "é tecnicamente irrepreensível", fez exame minucioso e irretocável da prova dos autos e vai entrar para a história do Brasil".

'Vai entrar para a história do Brasil', diz presidente do TRF-4, sobre 'sentença irrepreensível' de Moro


O presidente do Tribunal Federal da 4ª Região (TRF-4), desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, afirmou que a sentença em que o juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, "é tecnicamente irrepreensível", fez exame minucioso e irretocável da prova dos autos e vai entrar para a história do Brasil".

Nenhum comentário:

Postar um comentário