PUBLICIDADE


Pelo placar de 50 a 26, o Senado aprovou na noite de ontem (11), o texto-base da reforma trabalhista e uma abstenção. (Foto: reprodução)

Dos três senadores da bancada potiguar, dois votaram favoráveis as mudanças na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) - ]José Agripino (DEM) e Garibaldi, do PMDB - e um voto contrário, da senadora petista Fátima Bezerra. 

A votação foi marcada por confusão e tentativa de obstrução por parte de senadores da oposição. A senadora Fátima Bezerra chegou a ocupar a cadeira da presidência do Senado, impedindo o início da votação no horário previsto. Os esforços, porém, não foram suficientes para barrar a aprovação do texto.

Maioria da bancada potiguar no Senado aprova Reforma Trabalhista


Pelo placar de 50 a 26, o Senado aprovou na noite de ontem (11), o texto-base da reforma trabalhista e uma abstenção. (Foto: reprodução)

Dos três senadores da bancada potiguar, dois votaram favoráveis as mudanças na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) - ]José Agripino (DEM) e Garibaldi, do PMDB - e um voto contrário, da senadora petista Fátima Bezerra. 

A votação foi marcada por confusão e tentativa de obstrução por parte de senadores da oposição. A senadora Fátima Bezerra chegou a ocupar a cadeira da presidência do Senado, impedindo o início da votação no horário previsto. Os esforços, porém, não foram suficientes para barrar a aprovação do texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário