PUBLICIDADE


O governador Robinson Faria e o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, divulgaram nota de pesar pelo falecimento da ex-governadora e vereadora por Natal, Wilma de Faria, ocorrido na noite de ontem. Com a nota, veio a confirmação de três dias de luto no município de Natal e no Estado. (Foto: Reprodução)

Nota do Governo do Estado:

O Governo do Estado lamenta, com profundo pesar, o falecimento da ex-governadora Wilma de Faria, que conduziu o Rio Grande do Norte por dois mandatos consecutivos, de 2003 a 2010. Mossoroense, ela foi uma das mais relevantes mulheres da política nacional e tornou-se referência da força feminina, vindo a ser a primeira prefeita de Natal e primeira mulher a governar o estado.

Wilma de Faria foi deputada federal constituinte, secretária de estado, vice-prefeita da capital e, mais recentemente, ocupava uma cadeira na Câmara Municipal de Natal.

Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, foi professora do Departamento de Educação do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da mesma universidade. Sobrinha-neta do ex-governador Dinarte Mariz, Wilma de Faria entrou para a vida pública como primeira-dama do Rio Grande do Norte, em 1979.

Wilma de Faria deixa quatro filhos – entre eles, a deputada estadual Márcia Maia. O velório será na Catedral Metropolitana de Natal, a partir das 8h desta sexta-feira. O Estado irá decretar três dias de luto oficial pelo falecimento da ex-governadora.

O governador Robinson Faria, o vice-governador Fábio Dantas, secretários de estado e servidores, expressam suas condolências aos familiares nesta hora de profundo pesar.


Nota da Prefeitura de Natal:
É com profundo pesar que a Prefeitura do Natal lamenta o falecimento da vereadora, ex-governadora e ex-prefeita Wilma de Faria.

Wilma foi prefeita da cidade por três mandatos, tendo toda uma história de serviços prestados a Natal e à sua gente não somente na realização de importantes obras de infraestrutura, como com presença marcante na atuação social, refletindo sua formação como professora universitária e mestre em Educação pela UFRN. 

Wilma também foi vice-prefeita de Natal nos últimos quatro anos e, agora, apesar do curto tempo de mandato como vereadora, continuou sua atuação em defesa das políticas públicas de atendimento aos mais carentes. 

Além disso, ao se dedicar à política, Wilma de Faria abraçou com pioneirismo a luta pela emancipação feminina e abriu caminhos para a presença da mulher na política de Natal e do Rio Grande do Norte.

O prefeito Carlos Eduardo determinou a decretação de luto oficial de três dias na cidade e manifesta em nome de todos que fazem a Prefeitura do Natal as mais sinceras condolências à família e amigos por esta inestimável perda.

Robinson e Carlos Eduardo decretam três dias luto pelo falecimento de Wilma


O governador Robinson Faria e o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, divulgaram nota de pesar pelo falecimento da ex-governadora e vereadora por Natal, Wilma de Faria, ocorrido na noite de ontem. Com a nota, veio a confirmação de três dias de luto no município de Natal e no Estado. (Foto: Reprodução)

Nota do Governo do Estado:

O Governo do Estado lamenta, com profundo pesar, o falecimento da ex-governadora Wilma de Faria, que conduziu o Rio Grande do Norte por dois mandatos consecutivos, de 2003 a 2010. Mossoroense, ela foi uma das mais relevantes mulheres da política nacional e tornou-se referência da força feminina, vindo a ser a primeira prefeita de Natal e primeira mulher a governar o estado.

Wilma de Faria foi deputada federal constituinte, secretária de estado, vice-prefeita da capital e, mais recentemente, ocupava uma cadeira na Câmara Municipal de Natal.

Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, foi professora do Departamento de Educação do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da mesma universidade. Sobrinha-neta do ex-governador Dinarte Mariz, Wilma de Faria entrou para a vida pública como primeira-dama do Rio Grande do Norte, em 1979.

Wilma de Faria deixa quatro filhos – entre eles, a deputada estadual Márcia Maia. O velório será na Catedral Metropolitana de Natal, a partir das 8h desta sexta-feira. O Estado irá decretar três dias de luto oficial pelo falecimento da ex-governadora.

O governador Robinson Faria, o vice-governador Fábio Dantas, secretários de estado e servidores, expressam suas condolências aos familiares nesta hora de profundo pesar.


Nota da Prefeitura de Natal:
É com profundo pesar que a Prefeitura do Natal lamenta o falecimento da vereadora, ex-governadora e ex-prefeita Wilma de Faria.

Wilma foi prefeita da cidade por três mandatos, tendo toda uma história de serviços prestados a Natal e à sua gente não somente na realização de importantes obras de infraestrutura, como com presença marcante na atuação social, refletindo sua formação como professora universitária e mestre em Educação pela UFRN. 

Wilma também foi vice-prefeita de Natal nos últimos quatro anos e, agora, apesar do curto tempo de mandato como vereadora, continuou sua atuação em defesa das políticas públicas de atendimento aos mais carentes. 

Além disso, ao se dedicar à política, Wilma de Faria abraçou com pioneirismo a luta pela emancipação feminina e abriu caminhos para a presença da mulher na política de Natal e do Rio Grande do Norte.

O prefeito Carlos Eduardo determinou a decretação de luto oficial de três dias na cidade e manifesta em nome de todos que fazem a Prefeitura do Natal as mais sinceras condolências à família e amigos por esta inestimável perda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário